Ligar para Sumus Clique para ligar 11 2847-1811 | 11 2364-2281
Facebook Sumus Google Plus Sumus Linkedin Sumus

Como Reduzir Custos na Empresa, descubra e aproveite!

Planeje a estratégia financeira da sua empresa de que forma que o fluxo de caixa esteja sempre no azul e você possa garantir melhores preços e condições de pagamento

reduzir custos das contas na empresa

Se a sua empresa tiver uma emergência hoje, de quanto dinheiro ela é capaz de dispor sem precisar recorrer a empréstimos ou à venda de parte do patrimônio? Essa resposta nem sempre está na ponta da língua dos gestores financeiros de uma companhia, mas deveria estar. Saber qual é exatamente o seu fluxo de caixa é um dos primeiros passos para que o planejamento financeiro possa contemplar até mesmo uma certa economia em alguns itens.

Para quem não está familiarizado com o tema, o fluxo de caixa é o movimento que indica a entrada e saída de dinheiro de uma empresa. Se a sua companhia for bem gerida, a entrada de valores será maior do que a saída, e esse dinheiro que sobra é o seu caixa. Quanto maior for ele, melhores serão as suas condições para fazer novos investimentos ou negociar com seus fornecedores e como reduzir custos na empresa.

Mas como tirar proveito do seu saldo positivo para fazer sua empresa economizar mais? Confira algumas dicas que separamos e procure aplicar cada uma delas em sua companhia para obter melhores resultados.

Tenha um sistema de gestão financeira e reduza os custos da sua empresa

Ferramenta de gestão financeira

Antes de tomar qualquer atitude, é preciso ter pleno conhecimento da situação financeira em que sua empresa se encontra. Se você não tem noção exata de todos os valores que entram, de todos os valores que saem, e de quais são as contas a pagar e quais são os recebíveis que compõe o seu fluxo de caixa, então você precisa resolver esse problema antes de qualquer outra coisa.

Existem uma série de softwares, desde os mais simples até aqueles mais complexos, que podem ajudar nesse processo. Se preferir, você pode recorrer a uma empresa especializada para auxiliá-lo nessa tarefa. Contudo, é importante que você tome uma atitude e resolva essa situação o mais breve possível. Sua empresa não deveria estar operando “no escuro” desse jeito.

Estipule metas realistas

Metas para crescimento e reduzir custos

Muitos gestores acreditam que estipular metas muito altas é uma maneira de fazer com que os funcionários se desdobrem para atingir os objetivos. Entretanto, ser realista é a melhor das escolhas. Defina uma meta de ganhos e gastos que seja plausível e que sua equipe tenha realmente condições de atingir.

Feito isso, identifique de que maneira você vai conseguir atingir os números propostos. Nesse caso, o “como” é mais importante até mesmo do que o “o que”. Identificando os gastos, você pode definir quais deles são supérfluos e quais podem ser reduzidos. Conhecendo suas fontes de recebimento, você pode trabalhar para aumentar cada uma delas, obtendo melhores resultados.

De olho na telefonia: ela pode ser uma grande vilã

Telefonia e gestão telefônica

Muitas empesas não dão atenção para esse item, mas a telefonia é uma das grandes responsáveis por levar boa parte do orçamento embora. O pior de tudo é que o mau uso, aliado a cobranças indevidas e franquias inutilizadas, faz com que esse seja um item de desperdício considerável.

Assim, considere contratar os serviços de uma empresa de gestão de tarifas telefônicas para diminuir a conta. Ela poderá implantar uma central telefônica, que dará mais controle para os gestores, bem como renegociar contratos com operadoras de acordo com as suas reais necessidades de franquia. Em alguns casos, é possível reduzir a conta de telefone pela metade.

Ter caixa pode significar gastar menos

Sim, é exatamente isso que você leu. Quem tem dinheiro paga menos, em geral, em tudo. Isso acontece porque, com dinheiro na mão, o seu poder de negociação aumenta. Você pode optar, por exemplo, por comprar uma mercadoria à vista com desconto se o valor economizado valer a pena em médio e longo prazo.

Da mesma forma, com dinheiro em caixa, você pode se programar para pagar dívidas de médio e longo prazo, como impostos e o décimo terceiro salário. Se desde o início do ano você puder manter uma boa parcela do valor aplicado, é possível que a rentabilidade do seu investimento seja o suficiente para quitar pelo menos 20% do valor que você tem a pagar. Ou seja, esse é um dinheiro que entra apenas por conta da sua boa administração.

Procure formas de investimento

Investimentos para reduzir custos

Da mesma forma que ter caixa é importante, saber o que fazer com esse dinheiro é igualmente fundamental. Todo dinheiro que estiver parado desvaloriza e, por conta disso, o melhor a se fazer é recorrer a investimentos seguros, que paguem taxas acima da inflação. Ou seja, você pode aumentar o capital do seu caixa apenas apostando nos investimentos corretos.

Antes de fechar negócio, converse com o gerente do seu banco e peça para ele levar em consideração também as suas projeções. Se você tem seis meses para aplicar o dinheiro, talvez você não possa dispor de um investimento melhor, mas que requer ao menos 12 meses de espera. Contudo, é possível encontrar opções com liquidez para o caso de uma emergência.

Planejamento é fundamental

Como você pôde perceber, essas mudanças no caixa da sua empresa não vão acontecer da noite para o dia, pois requerem uma série de ações e uma boa dose de organização. Porém, quanto antes você começar, mais chance terá de colher os primeiros resultados logo cedo. Por isso, chame seus gestores e elabore um plano para lutar pelo caixa positivo da sua empresa. Sem dúvida, você verá benefícios rapidamente quando toda a estrutura estiver organizada.

assinatura


Qual sua opinião sobre o assunto?

Download Sistema Sumus Trial

Preencha o Formulário abaixo e Descubra o quanto sua Empresa pode reduzir custos

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone (obrigatório)

Qual é o produto de seu interesse?

Descreva como podemos ajudá-los

Saiba como economizar com celulares na sua Empresa