Ligar para Sumus Clique para ligar 11 2847-1811 | 11 2364-2281
Facebook Sumus Google Plus Sumus Linkedin Sumus

Por que você deveria melhorar a sua estratégia de gestão de contas e contratos

Entenda como estar atento aos detalhes das finanças da sua empresa podem fazer a diferença na hora de aumentar sua lucratividade

Departamento financeiro

Se existe uma parte da sua empresa a qual você deveria dedicar toda a sua atenção, esta parte é o departamento financeiro. Muitos gestores veem essa parte da companhia apenas como um setor de contas a pagar, pronto para resolver aqueles “pepinos” que aparecem quando surge algum imprevisto financeiro ou quando algum pagamento “fura” na hora que você mais precisa. Porém, as coisas não deveriam ser assim.

Pensar na estratégia que você vai utilizar na gestão de contas e contratos da sua empresa é um dos itens com o qual definitivamente você deveria ocupar uma boa parte do seu tempo. A boa gestão de contratos, bem como do fluxo de caixa das suas contas a pagar e receber, podem fazer a diferença na sua empresa, ainda que você não aumente, necessariamente, o faturamento.

Explorar com sabedoria as alternativas que o mercado financeiro oferece pode ser uma solução para que você possa provisionar verba para pagar impostos e obrigações trabalhistas e ainda lucrar um bom dinheiro em cima dos valores que você possui em caixa. Como fazer isso? Milagres não existem, e você vai precisar seguir alguns conselhos para colocar as coisas nos eixos.

Você precisa acompanhar tudo o que acontece na gestão de contas

Gestão de contas e contratos no departamento financeiro

Antes de tudo, você precisa saber exatamente o que se passa na gestão de contas da sua empresa e isso não pode ser feito de qualquer jeito. A melhor maneira de controlar tudo isso é usando um software específico para gestão financeira ou contratando uma empresa que fique responsável por essa parte. Independente da sua escolha ou das suas possibilidades, é fundamental que você tenha controle absoluto de cada real recebido ou gasto na sua companhia.

Somente a partir da análise desses dados é que você poderá entender o que exatamente está funcionando e o que precisa ser melhorado na sua empresa. A partir disso, você poderá tomar decisões mais assertivas e incluir no seu planejamento as medidas que podem ser adotadas para conter gastos ou para otimizar o seu fluxo de caixa para investimentos.

Planejamento passa pela gestão de contratos

Planejamento de gestão de contas

Com a ciência do que está entrando e saindo do seu caixa, você poderá avaliar também onde é possível fazer melhorias. Uma das áreas que devem ganhar a sua atenção é a de gestão de contratos. Ela não deve ser vista com um espaço onde o gestor se preocupa com cláusulas e com sua posterior execução, mas sim como um espaço estratégico em que os contratos podem ser usados a seu favor.

Em algumas situações, especialmente quando estamos falando de contratos mais longos, entender como os valores a receber podem jogar a seu favor podem fazer uma grande diferença no seu caixa. Você pode, por exemplo, usar recebíveis para convertê-los em dinheiro imediato. Obviamente, haverá um custo para isso, mas você já parou para pensar que talvez seja barato mais pagar por ele se você conseguir condições melhores de pagamento em outras negociações?

Integrando gestão de contratos e gestão de contas

Você percebeu como as duas coisas estão diretamente ligadas uma à outra? Entender o seu fluxo de caixa vai fazer com que você possa encontrar oportunidades que ainda não explorou. Ao encontrar essas oportunidades, é a gestão dos contratos que vai dizer se elas são possíveis para você naquele momento ou não. Uma coisa puxa a outra e o resultado final é uma maior possibilidade de ganhos para você em médio e longo prazo.

Porém, como ressaltamos no início, dificilmente você vai conseguir fazer isso se não tiver um software gestão nas duas pontas. Somente eles é que vão permitir não apenas que você integre as duas frentes como também automatize os processos. Afinal, esses aspectos são importantes, mas não podemos esquecer que as suas atenções devem estar sempre voltadas para o seu negócio em si, que é o que move a empresa toda.

Fatores decisivos em tempos de crise

O ano de 2016 não foi nada fácil para os brasileiros e, embora exista um prenúncio de melhorias para 2017, sabemos que ainda estamos longe de sair do período de crise. Em circunstâncias como essas, onde há retração na economia, não é necessariamente o aumento dos recebíveis que faz a diferença em uma companhia, mas sim a maneira como você faz a gestão dos recursos que já possui.

Crise financeira

Muitas companhias recorrem à solução mais “imediata”, que é o corte de funcionários, porém isso pode impactar negativamente na produtividade e, aí sim, você terá problemas sérios para enfrentar a concorrência. O primeiro passo, portanto, é analisar em suas finanças se há um jeito mais inteligente e menos dispendioso de fazer o pagamento das suas contas e obrigações, provisionando recursos quando possível e fazendo com que parte do dinheiro possa trabalhar a seu favor em algum investimento.

Some a isso o fato de que empresas organizadas, com fluxos de caixa claros e planos de negócio objetivos, costumam ter vantagens na hora de conseguir empréstimos e financiamentos junto aos agentes bancários. Em outras palavras, só o fato de você demonstrar que está pensando nas estratégias de médio e longo prazo para sua empresa já faz com que você seja elegível a ter acesso a taxas menores em muitos casos. Portanto, comece hoje mesmo a olhar com outros olhos para as movimentações financeiras e para os contratos da sua empresa.

assinatura


Qual sua opinião sobre o assunto?

Download Sistema Sumus Trial

Preencha o Formulário abaixo e Descubra o quanto sua Empresa pode reduzir custos

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone (obrigatório)

Qual é o produto de seu interesse?

Descreva como podemos ajudá-los

Saiba como economizar com celulares na sua Empresa