Ligar para Sumus Clique para ligar 11 2847-1811 | 11 2364-2281
Facebook Sumus Google Plus Sumus Linkedin Sumus

Tarifador telefônico: uma introdução

Saiba o que é e para que serve o tarifador telefônico e de que maneira a sua utilização pode fazer com que a empresa economize muito com telefonia no final do mês

Seja lá qual for o item que você for comprar, antes de tomar a sua decisão você busca informações sobre as possibilidades de compra. Se estamos falando da compra de um celular, por exemplo, ler as avaliações, pesquisar os preços em mais de um lugar ou mesmo pedir a opinião de pessoas que já tenham testado o produto são alguns dos fatores levados em consideração antes de fechar o negócio.

Gestão da Tarifação

 

Independentemente da sua escolha, em todos os casos, quanto mais informações você tiver, maiores são as chances que no final você tome a decisão correta.

Para os responsáveis por gestão de empresas, todos os dias dezenas de “pequenas” decisões como essas precisam ser tomadas. Porém, você já reparou que quando o assunto é telefonia a atenção dispensada não é a mesma?

Quando uma conta vem mais alta, poucos questionam o motivo de tais valores terem sido atingidos. Questiona-se, no máximo, o todo, mas nunca os gastos individuais, seja por setor ou por colaborador.

Isso acontece porque nos acostumamos a não ter ferramentas para controlar as ligações que fazemos. O relatório disponível, fornecido pela operadora, é a única fonte que temos para nos basear. É justamente para evitar situações como essas que entra em cena o tarifador telefônico.

O que é e como funciona o tarifador telefônico?

Trata-se de uma tecnologia que permite registrar todas as ligações realizadas por uma empresa, sejam elas originadas de telefonia fixa ou telefonia móvel.

Além disso, permite-se ainda que se possa identificar qual setor ou qual colaborador foi o responsável pela ligação.

As informações registradas por essa verdadeira central telefônica podem ser, posteriormente, analisadas pelos gestores e esses dados podem ser essenciais na tomada de decisão.

Por exemplo: vamos supor que sua empresa tenha gastos excessivos com telefonia todos os meses pelo simples fato de que a franquia contratada não é suficiente para 30 dias. Será que ela não é suficiente por ser muito baixa ou porque o uso não está sendo o mais adequado?

Implantando uma política de uso de telefonia

Muitas pessoas não se dão conta de que cada ligação alheia ao trabalho feita por meio de um telefone empresarial gera um custo desnecessário para a empresa.

Entretanto, quando não há uma política clara do que pode e o que não pode ser feito ou ainda quando o gestor não encontra nenhuma forma de mensurar essas informações, a tendência é que os problemas continuem sem solução.

É justamente por isso que se apregoa a importância do controle das ligações. Não se trata apenas de intimidar os funcionários para que eles não utilizem os serviços de telefonia de forma desenfreada, mas também entender as reais necessidades de cada setor.

Para que os responsáveis pela gestão de empresas possam calcular o centro de custos de uma companhia, essas informações são essenciais.

Questionando a sua operadora

Depois que você assumir o controle sobre a gestão de telefonia dentro da sua empresa, é chegada a hora de ir além e questionar a sua própria operadora acerca dos valores cobrados.

É grande o número de empresas que não se dão conta do quanto gastam sem necessidade. Isso inclui a cobrança de seguros ou mesmo serviços de TV por assinatura no pacote, itens que muitas vezes não são utilizados.

Some a isso o fato de que muitas operadoras no Brasil cobram indevidamente os seus clientes, adotando padrões de tarifa que muitas vezes não correspondem com a realidade do que que deveria ser cobrado.

Sem um sistema tarifador telefônico, por exemplo, fica impossível fazer uma auditoria dos valores gastos e, por consequência, não há como questionar a operadora.


Buscando novas alternativas

Por fim, depois que os funcionários diminuírem os custos de utilização e que a operadora regularizar a sua conta, chegará a hora da verdade: você vai saber exatamente qual é a necessidade que a sua companhia tem no que diz respeito a um plano de telefonia.

É nesse momento que você poderá ir ao mercado para negociar com outras operadoras, na expectativa que alguma delas possa ter uma proposta mais atrativa.

Tenha em mente que o plano de telefonia contratado precisa atender às suas necessidades e não é você que precisa se ater às necessidades da operadora. Em outras palavras, se a solução não for sob medida, busque alternativas de negociação com outras operadoras até que a proposta em questão seja a ideal para você. Não pague por serviços que você não vai utilizar.

Instalação simples e rápida

Se você imagina que a adoção de um sistema tarifador telefônico é algo caro ou estruturalmente complicado, nada poderia ser mais distante disso.

Hoje, empresas como a Sumus Gestão de Telecom contam com soluções prontas, modulares, que podem ser adotadas por todas as empresas. Você contrata uma quantidade de serviços que atenda às suas necessidades e pronto.

Além disso, a empresa presta todo o suporte necessário desde o primeiro contato, fornecendo uma consultoria completa para que não apenas você contrate o serviço que precisa, como também saiba como tirar o melhor proveito de cada informação que ele é capaz de gerar.

Em termos de custos, falamos aqui de uma ação cujo investimento se paga em pouquíssimo tempo. Em alguns casos, é possível reduzir o valor da conta telefônica em mais de 50%.

assinatura


Qual sua opinião sobre o assunto?

Download Sistema Sumus Trial

Preencha o Formulário abaixo e Descubra o quanto sua Empresa pode reduzir custos

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone (obrigatório)

Qual é o produto de seu interesse?

Descreva como podemos ajudá-los

Saiba como economizar com celulares na sua Empresa